É preciso recusar o fatalismo que nos quer convencer de que o Brasil é inviável. A sensação generalizada de declínio socioeconômico é fruto de uma opção política. A única maneira de reagir a isto é desejar o Desenvolvimento Socioeconômico, se apaixonar por ele e trabalhar todos os dias para fazê-lo acontecer. Ouça abaixo.